5 dicas para ter um controle de produção eficiente

Entenda a importância de um controle de produção eficiente.

Categoria: blog.Categoria.None
by: Sandy Silva

O controle de produção é a etapa que permite identificar e corrigir os erros durante o processo produtivo. Seu papel é fundamental para manter a produção organizada e coerente com os prazos, garantindo faturamento e capital de giro para dar sequência aos ciclos produtivos.

Quando a produção de uma indústria é mal estruturada, as falhas nos processos são evidentes. Assim, para organizar a produção é preciso gerenciar as atividades de todas as áreas envolvidas. Fazendo o bom uso dos recursos operacionais da produção, é possível melhorar o desempenho geral da empresa. Para atingir essa realidade, é implementado nas indústrias o controle de produção

Veja aqui alguns sinais de que sua empresa precisa de um sistema de gestão.

Controlar a produção realmente não é uma tarefa fácil, já que é necessário pensar em diferentes fatores e em diversos processos. Existem muitos detalhes que precisam ser acompanhados de perto e decisões a serem tomadas. Por isso, é necessário adotar boas práticas no cotidiano com o intuito de manter uma boa administração.

Realizar o controle de produção é fundamental para qualquer empresa. E para que ele seja realmente eficiente, é necessário estruturar as etapas da produção de acordo com os seguintes pontos:

  • Previsão da demanda;

  • Planejamento da capacidade de produção;

  • Planejamento mestre e agregado da produção;

  • Programação detalhada da produção;

  • Gerenciamento da produção;

  • Setores envolvidos;

  • Ferramentas de suporte.

Neste post forneceremos dicas que ajudarão a sua empresa a ser eficiente no controle e no planejamento produtivo.

1. Conheça bem a sua empresa

O primeiro passo para uma boa gestão é conhecer detalhadamente a empresa. Afinal de contas, sem esse conhecimento fica difícil conhecer as necessidades dela, o que dificulta também o relacionamento com os funcionários, fornecedores e clientes da organização. Além disso, é importante entender como funciona cada departamento e os processos produtivos.

Essa tarefa fica mais fácil quando os administradores contam com um software de gestão, pois ele centraliza todas as informações da empresa. Por meio dessa ferramenta, é possível ter acesso a dados relevantes sobre os processos produtivos, o estoque, a área de marketing, finanças, recursos humanos e etc. A plataforma ainda ajuda a monitorar os resultados e, por meio da análise deles, você poderá identificar os pontos de correção e propor soluções para resolvê-los.

Também é muito importante ter funcionários bem preparados e bons líderes. As lideranças são importantes para estimular os colaboradores a serem sempre mais eficientes. Nesse momento é fundamental compreender as características de cada um e saber usar isso a favor do desenvolvimento da indústria. 

Confira aqui também como garantir que seus clientes estejam sempre satisfeitos e sejam fiéis.

2. Tenha um estoque organizado

Toda matéria-prima ou produto que sair ou entrar no estoque deverá ser registrada, estando sempre os estoques organizados e coerentes entre seus dados e os produtos físicos. Verifique com frequência se é preciso fazer novas compras ou se os estoques estão cheios. Observe também se há necessidade de acelerar os procedimentos produtivos ou reduzi-los.

Dessa forma, com o planejamento é possível identificar os insumos, o que torna a localização de um componente muito mais rápida. Isso ajuda a evitar falhas, desperdícios e gastos desnecessários. Caso o controle de estoque não seja bem feito, a empresa pode sofrer sérios prejuízos financeiros. Isso porque haverá gastos além do necessário e não terá uma receita proporcional aos investimentos feitos.

3. Monitore os seus resultados

Não há dúvidas de que o monitoramento de resultados é um dos principais segredos das empresas de sucesso. Isso porque as métricas indicam como está o desempenho das organizações em diferentes setores.

Por isso, é imprescindível que o acompanhamento seja feito de maneira constante. Essa prática ajuda a determinar as áreas que estão alcançando o resultado desejado e a verificar os setores que estão com desempenho negativo. Em relação aos pontos fracos, é possível pensar em ações com o intuito de resolver os gargalos na companhia.

Nesse momento, você pode selecionar algumas métricas e monitorá-las. Leve em consideração a área de atuação da empresa, a mercadoria que é produzida e o público no momento da escolha. Essa prática ajuda a identificar os erros que são cometidos no processo para que, a partir disso, você possa corrigi-los.

A gestão de produção não é simples ou fácil, porém é um procedimento muito importante nas empresas. Isso porque essa prática ajuda a identificar os pontos fortes e as questões de melhoria da Indústria, auxilia no planejamento da companhia e facilita o entendimento das demandas do mercado. 

Saiba aqui como o mapeamento e a otimização de processos podem alavancar sua empresa.

4. Calcule a eficiência da sua empresa

Saber quanto tempo sua empresa leva na produção de cada produto, quais são os componentes mais utilizados e qual componente fabricado está tomando um tempo elevado de produção que poderia ser terceirizado é extremamente essencial para uma empresa.

Esses são dados valiosos, uma vez que são capazes de indicar mudanças positivas no processo produtivo.

Dessa forma, o controle de produção impacta diretamente no lead-time da indústria (o tempo levado entre o recebimento de um pedido e a entrega do produto final).

5. Utilize dados de períodos anteriores para se planejar

Os produtos podem ter um desempenho diferente no que diz respeito às vendas. Algumas mercadorias apresentam um fluxo constante durante todo o ano e outros produtos podem ser mais comercializados em épocas específicas, como Natal, Dia das Mães, Dia das Crianças etc.

Esse conhecimento proporcionará que você planeje o estoque com antecedência para as diferentes necessidades que podem aparecer durante o ano. Com esses dados, as chances de a sua indústria adquirir os produtos além da necessidade ou abaixo do necessário são diminuídas. Ambos os casos não são bem-vindos, pois podem gerar prejuízos financeiros. A primeira situação se deve ao fato de o estoque ficar parado e a segunda acontece porque a empresa perde oportunidades de venda.

 

Gostou desse assunto? Ficou com alguma dúvida? Fale com um de nossos consultores entrando em contato pelo email - contato@nuteq.com.br - ou pelo whatsapp - (84) 99620-6964.

Veja textos relacionados: