Como aumentar o prazo de validade dos meus produtos?

Entenda o porquê de seus produtos estragarem rapidamente e como mudar essa realidade.

Categoria: blog.Categoria.None
by: Vitória Mauad e João Vitor

Se você já tem um produto no mercado ou se ainda está pensando em lançar, deve saber que o prazo de validade é essencial para a logística da sua empresa.

 

Um tempo de prateleira pequeno do seu produto pode restringir muito sua produção, já que você terá que produzir em pequenas escalas a fim de evitar perdas caso não consiga vender tudo até a data limite dele.

 

Outro fator que joga contra um prazo de validade curto é o impedimento de expansão do seu negócio, pois você deverá restringir sua área de vendas a lugares próximos, já que seu produto pode perder a qualidade desejada durante o projeto e não poderá ser comercializado em grandes mercados.

 

Resultado de imagem para prazo de validade

Um shelf life curto pode ser a causa raiz de seu faturamento não atingir o planejado.

 

Por que meu produto estraga?

 

Antes de partirmos para as orientações de como aumentar o shelf life do seu produto, é necessário entender o porquê que ele estraga.

 

Vários fatores podem causar a deterioração de alimentos, fazendo com que percam sua qualidade, e em alguns casos, até impossibilitando o consumo deles. 

Os principais motivos dessa deterioração são:

  • Luz;

  • Oxigênio;

  • Umidade;

  • Temperatura;

  • Micro-organismos.

 

 Já se perguntou o motivo das garrafas de cerveja terem aquela cor escura? É para evitar que as luzes não entrem em contato com a bebida, o que causaria um odor desagradável.

 

Ou já chegou a comprar um picolé derretido? Provavelmente ao abrir a embalagem, te restou só o palito na mão.

 

Como pôde ter visto, alguns fatores não alteram a segurança do alimento, mas sim a experiência que seu cliente terá, sendo ela determinante na decisão dele de comprar novamente o seu produto.

 

Como evitar que meu produto estrague

 

Agora que você sabe o que faz o seu produto deteriorar, vou te apresentar algumas formas de como conservá-lo melhor.

 

Conservação pelo frio: As bactérias são micro-organismos, e como já falado, são um dos fatores que fazem seu produto deteriorar. Elas se multiplicam com o passar do tempo, liberando toxinas na comida, que se ingeridas, podem acarretar em doenças.

 

É nesse momento que guardar o produto na geladeira ou no freezer, irá fazê-lo durar mais tempo, pois as bactérias se proliferam mais rapidamente em temperatura ambiente, e o efeito do frio irá retardar a reprodução delas.

 

Siga as recomendações da embalagem: Muitas vezes o rótulo dos alimentos trazem observações de como conservar melhor aquele determinado produto ou dicas para uma melhor experiência ao consumi-lo.

Se você não sabe o que um rótulo alimentício deve conter, trazemos pra você 5 Informações que não podem faltar no rótulo do seu produto.

 

Pasteurização: É um método obrigatório em alguns produtos de origem animal, principalmente os derivados lácteos. Ele consiste em eliminar as bactérias por meio do calor, onde o produto é aquecido, a uma determinada temperatura, durante um período de tempo.

 

Caso ainda tenha curiosidade de saber mais sobre como validar seus produtos alimentícios no mercado, vem ver nosso outro post, nele tem 8 passos para validar meu produto alimentício no mercado.

 

Aumentando o prazo de validade

 

Depois de saber o porquê de os alimentos se deteriorarem e como evitar que isso aconteça, vamos aumentar o shelf life deles. Para isso, primeiramente devemos olhar como está o processo de produção atual.

 

Pequenas mudanças durante a produção, desde o recebimento e armazenamento de matéria prima até a manipulação delas, podem fazer uma grande diferença no tempo que esse produto ficará disposto à venda.

 

Essas alterações podem ser trazidas ao ambiente de trabalho por meio da implementação das Boas Práticas de Fabricação. Essas boas práticas nada mais são que um conjunto de procedimentos aplicados a fim de garantir a qualidade dos produtos alimentícios.

 

Essas práticas devem estar registradas em um documento chamado de Manual de BPF (Manual de Boas Práticas de Fabricação) e devem estar disponíveis para consulta tanto aos funcionários quanto à Vigilância Sanitária. 

 

Nesse outro post, você poderá ver outros Benefícios do Manual de Boas Práticas de Fabricação para sua empresa.

 

Outro ponto a se atentar, na busca por um tempo de validade maior, é a padronização da produção, pois ela garantirá uma variabilidade menor, ou nula, do seu resultado final. Sendo assim o seu produto não irá perder a qualidade antes do tempo previsto.

 

Utilizar produtos de boa qualidade é imprescindível para ter um resultado final excelente, afinal não dá pra tirar leite de pedra. Dessa forma é muito importante ter fornecedores de qualidade e de confiança, além de se atentar ao estado da matéria prima durante o recebimento, solicitando a troca da mesma caso não esteja conforme.

 

Você também pode vir a utilizar Aditivos Alimentares, principalmente os do tipo conservantes, já que eles são desenvolvidos com o intuito de prolongar o tempo de conservação dos alimentos, defendendo-os de ação de microorganismos.

 

Vale salientar que existe uma gama de conservantes disponíveis no mercado, inclusive naturais, com o ácido cítrico, que são os mais procurados atualmente. Entretanto, deve-se saber que eles podem modificar características sensoriais do seu produto, tais como a cor, o aroma, o sabor e a textura, por isso a necessidade de consultar profissionais especializados para promover esse aumento de vida útil de seus produtos.

 

Com isso é necessário fazer testes de prototipagem, a fim de obter a fórmula ideal para o processo, garantindo um excelente resultado sensorial ao consumidor final. Aqui você encontra 10 dicas sobre como desenvolver a melhor fórmula para o seu produto.

 

Por outro lado, é preciso se atentar, em relação aos aditivos, quanto a quantidade limite de uso, determinadas pela ANVISA, podendo variar de acordo com o tipo de alimento, tipo de conservante utilizado e forma de conservação. 

Resultado de imagem para prazo de validade

O próximo fator a se observar para um maior tempo de prateleira são as embalagens. Atualmente há uma grande variedade de embalagens disponíveis no mercado, cada uma com sua particularidade, sendo assim, você deverá escolher a que melhor se aplica ao seu produto.

 

O último aspecto, mas não menos importante, é Determinar as Condições Ideais de Armazenamento do seu produto. Como vimos anteriormente, alguns fatores externos podem fazer com que o alimento dure menos, por causa disto devemos deixar bem claro a forma que ele deve ser conservado e utilizado.


 

Como Validar o Novo Prazo de Validade?

 

Agora que você seguiu as recomendações e as colocou em prática, chegou a hora de saber qual é o novo prazo de validade do seu produto.

 

Para isso você deverá submeter seu produto a diversas análises microbiológicas, em laboratórios específicos, com o intuito de ver como ele reage a esses experimentos, devendo manter a segurança, a qualidade e todos os aspectos sensoriais após o tempo desejado.

 

E então, gostou do contúdo? Caso necessite de ajuda para pôr em prática algum dos pontos abordados ou até mesmo na procura de um laboratório especializado, entre em contato com a gente através do email: contato@nuteq.com.br, ou fale conosco através do (84) 9 9620-6964, que um dos nossos consultores estará a sua disposição!

Veja textos relacionados: